SaaS: entenda como funciona o modelo de software como serviço

Atualizado: Mai 5

O comportamento do consumidor está mudando com muita agilidade, e o modelo SaaS (software as a service) é, atualmente, o que mais atende às necessidades dos clientes. Com uma plataforma SaaS, tudo é feito de forma rápida: você acessa um link, coloca seus dados, paga e já consegue usar os serviços.

Além disso, os consumidores não estão mais preocupados se vão levar o produto “para casa”. Na verdade, o que precisam é agilidade.


Por exemplo, se você está com fome, pode simplesmente pegar o seu celular, entrar num site ou aplicativo de delivery e, em poucos minutos, fazer seu pedido.


Dessa forma, o modelo “as a service” começou com softwares, mas também revolucionou outros negócios como música, cinema, artes e outros segmentos do mercado.


Se você pensar bem, vai perceber que hoje é possível fazer quase tudo utilizando um serviço no modelo SaaS (software como serviço).


Portanto, neste post você entenderá o que é SaaS, quais os maiores benefícios e vantagens e como esse segmento está crescendo no Brasil e no mundo!


Dessa forma, ao invés de adquirirem softwares por demanda, empresas e pessoas podem simplesmente acessar o serviço mediante pagamento pelo período de tempo contratado desse aplicativo/sistema.


Nesse modelo, onde o usuário paga pelo serviço, o fornecedor é responsável por toda estrutura de entrega, como servidores e infraestrutura.


Da mesma forma, o usuário utiliza esse software pela internet, pagando de forma recorrente pelo uso do sistema SaaS.



Quais são os benefícios do Software as a Service?


Se compararmos SaaS com o modelo tradicional de entrega de software, onde o cliente adquire a licença e se responsabiliza pela instalação e manutenção do sistema, as principais vantagens e benefícios do SaaS são:


1. Facilidade na implementação

Ou seja, não exige que o cliente (usuário) tenha uma estrutura complexa de tecnologia e informatização complexa. A implantação pode ser realizada independente da equipe de TI disponível pelo cliente, a maioria dos softwares são usados friendly.


Além disso, também permite que o cliente não precise investir em treinamento de pessoal para manutenção e instalação do software com muito investimento, como, por exemplo, em consultorias de implementação.


2. Uso de funcionalidades essenciais

Outro benefício do SaaS é que ele permite apenas o uso de funcionalidades que forem necessárias ao momento atual do cliente, possibilitando o acesso de partes do software com a expansão de forma gradual os upgrades necessários.


3. Redução de custos

A redução de custos com os itens acima, principalmente pelo tempo economizado em todos os processos, é uma das grandes vantagens frente ao modelo tradicional onde o desembolso inicial é alto.


Além disso, empresas que vendem no modelo SaaS são mais eficientes. O que isso quer dizer? Os consumidores pagam um tipo de assinatura para usar a plataforma todo mês, sem muito atrito e desafios gigantescos de escalar uma empresa somente com pessoas.



Quais são os principais modelos de vendas SaaS?


As empresas que atuam como “as a service” normalmente oferecem seus serviços das seguintes formas:


Freemium

Nesta categoria, o cliente utiliza uma versão gratuita do produto. Entretanto, na maioria das vezes, as funcionalidades são limitadas.


Por isso, se o cliente quiser utilizar todas as aplicações, ele pode mudar para a opção Premium, pagando uma mensalidade ou taxa.


Modelo SaaS

Trial + Freemium para o modelo SaaS, bem usual nesse modelo.

Portanto, a grande intenção deste, é oferecer ao potencial público uma espécie de “degustação” de seu serviço, tornando a conversão futura muito mais provável.


Self-service

Com esse modelo de vendas, você oferece uma página bem explicativa sobre as opções de planos e o que cada um deles inclui.


Dessa forma, no modelo self-service o usuário consegue comprar o serviço sozinho, sem precisar, necessariamente, falar com um vendedor.


Inside Sales

No inside sales, é preciso que um consultor entre em contato com o potencial cliente para entender suas dores e principais necessidades, já que é assim que consegue oferecer a solução ideal.


Field Sales

Nesse último modelo, o mais comum é que especialistas visitem o cliente para entender a fundo todo o processo da empresa e, então, conseguir modelar uma solução voltada para a necessidade daquele cliente específico.



Quais são os principais segmentos que utilizam o modelo SaaS?


Alguns mercados possuem uma grande aderência ao modelo SaaS. Além da entrega simples de um software, empresas de ramos específicos possuem maior convergência com essa mudança:


ERP’s:

Grande parte dos ERP’s internacionais já funcionam neste modelo e muitos ainda vão mudar. Além disso, esse modelo permite inclusive o nascimento de empresas desse mesmo nicho rapidamente.


Big Data:

As empresas de grande armazenamento de dados, como Dropbox, já usam parte de seus produtos nesse sistema.


Cloud services:

Empresas de hospedagens, cloud computing e servidores, utilizam a computação na nuvem para oferecer serviços através de assinaturas.


E-learning:

Cursos online, escolas digitais e outras ferramentas possuem total aderência ao modelo SaaS.


Jogos:

Os clubes de jogos online oferecem assinatura de jogos através de mensalidades e planos.


Aplicativos:

Apps de músicas, filmes e podcasts já são febre entre jovens e profissionais de tecnologia, como o Deezer, por exemplo.


Além disso, alguns casos são até fáceis de lembrar quando o assunto é SaaS – Software como Serviço. A Netflix, que é fenômeno mundial, pode ser fatalmente citada em qualquer texto sobre SaaS.


Sendo o maior e melhor exemplo de sucesso, a assinatura de filmes é uma realidade muito grande no mundo, e a Netflix possui mais de 200 milhões de usuários/assinantes. Só esses números já valem para serem citados, mas nós temos muito outros casos de sucesso no software como serviço:


Por isso, acreditamos que muitas empresas vão aderir práticas do modelo de software as a service daqui para frente. É uma modalidade que está sendo cada vez mais aceita e utilizada pelas pessoas, pois o consumo muda rapidamente.



Dúvidas Frequentes


O que é sistema SaaS?

SaaS, ou Software as a Service, é a oferta e comercialização de softwares e outras soluções através da internet. A sua disponibilização é feita por meio de serviços, licenças de uso e assinaturas. Desta forma, a empresa não precisa instalar o sistema, fazendo o seu uso pela internet.


Como utilizar SaaS?

Ao invés da empresa instalar, atualizar e manter o software, ela faz e utiliza o sistema SaaS através da internet, utilizando um login e senha cadastrado na empresa SaaS contratada.


O que é SaaS, PaaS e IaaS?

Dentro dos tipos de Cloud Computing, existem 3 principais opções: SaaS, que significa Software as a Service; PaaS, que significa Platform as a Service; e IaaS, que significa Infrastructure as a Service.


O que é SaaS B2B?

SaaS B2B é a oferta do Software como Serviço (Software as a Service) para empresas que possuem o modelo de negócio B2B.


Como funciona o mercado de software?

Atualmente, o mercado de software sofreu grandes mudanças no seu modelo de distribuição e cobrança. Agora, o mercado de software deixa de cobrar vendas por licença perpétua para ter uma venda por SaaS (Software as a service).



Gostou do conteúdo e quer saber mais? Então, aproveite para conhecer nosso sistema de gestão integrado, o Giga ERP.

Compartilhe!

13 visualizações