O que é IoT?

O Internet of Things (IoT) descreve a rede de objetos físicos —“coisas”— que são incorporados a sensores, softwares e outras tecnologias, com o objetivo de conectar e trocar dados com outros dispositivos e sistemas pela internet.


Esses dispositivos variam de objetos domésticos comuns, a ferramentas industriais sofisticadas. Com mais de 7 bilhões de dispositivos IoT conectados atualmente, os especialistas esperam que esse número aumente para 10 bilhões até 2020 e 22 bilhões até 2025.



Qual a importância do IoT?


Nos últimos anos, a IoT se tornou uma das tecnologias mais importantes do século XXI. Agora que podemos conectar objetos do dia a dia: eletrodomésticos, carros, termostatos, babás eletrônicas, à internet por meio de dispositivos incorporados, é possível uma comunicação perfeita entre pessoas, processos e coisas.


Por meio de computação de baixo custo, nuvem, big data, análise e tecnologias móveis, as coisas físicas podem compartilhar e coletar dados com intervenção humana mínima. Neste mundo hiperconectado, os sistemas digitais podem registrar, monitorar e ajustar cada interação entre coisas conectadas. O mundo físico encontra o mundo digital, e assim eles cooperam.



Quais tecnologias tornaram a IoT possível?


Embora a ideia de IoT já exista há muito tempo, uma coleção de avanços recentes em várias tecnologias diferentes tornou isso prático.


Acesse a tecnologia de sensores de baixo custo e baixa potência. Sensores acessíveis e confiáveis tornam a tecnologia IoT possível para mais fabricantes.


Conectividade. Uma série de protocolos de rede para a internet facilitou a conexão de sensores à nuvem e a outras “coisas” para uma transferência de dados eficiente.


Plataformas de processamento em nuvem. O aumento na disponibilidade de plataformas em nuvem permite que empresas e consumidores acessem a infraestrutura de que precisam para expandir sem realmente precisar gerenciar tudo isso

.

Machine learning e análise avançada. Com os avanços no machine learning e na análise avançada, juntamente com o acesso a quantidades variadas e vastas de dados armazenados na nuvem, as empresas podem obter informações de maneira mais rápida e fácil. O surgimento dessas tecnologias aliadas continua a empurrar as fronteiras da IoT e os dados produzidos pela IoT também alimentam essas tecnologias.


Inteligência artificial conversacional (IA). Os avanços nas redes neurais trouxeram o processamento de linguagem natural (NLP) para dispositivos IoT (como os assistentes pessoais digitais Alexa, Cortana e Siri) e os tornaram atraentes, acessíveis e viáveis para uso doméstico.



O Que São Aplicativos para IoT?


Aplicativos de SaaS para IoT, Prontos para Empresas

Os aplicativos para IoT são software como serviço (SaaS) pré-criados, que podem analisar e apresentar dados do sensor IoT coletados para usuários corporativos por meio de painéis.


Os aplicativos para IoT usam algoritmos de machine learning para analisar grandes quantidades de dados de sensores conectados na nuvem. Ao usar painéis e alertas de IoT em tempo real, você obtém visibilidade dos principais indicadores de desempenho, estatísticas de tempo médio entre falhas e outras informações. Algoritmos baseados em machine learning podem identificar anomalias de equipamentos, enviar alertas aos usuários e até mesmo disparar correções automatizadas ou medidas preventivas.


Com aplicativos para IoT baseados em nuvem, os usuários corporativos podem aprimorar rapidamente os processos existentes para cadeias de suprimentos, atendimento ao cliente, recursos humanos e serviços financeiros. Não há necessidade de recriar processos de negócios inteiros.



Quais São os Principais Aplicativos para IoT?


A capacidade da IoT de fornecer informações do sensor, além de permitir a comunicação de dispositivo para dispositivo, está impulsionando um amplo conjunto de aplicativos. Veja a seguir alguns dos aplicativos mais populares e o que eles fazem.


Criar novas eficiências na manufatura por meio do monitoramento da máquina e do monitoramento da qualidade do produto. As máquinas podem ser continuamente monitoradas e analisadas para garantir que estejam funcionando dentro das tolerâncias exigidas. Os produtos também podem ser monitorados em tempo real para identificar e solucionar defeitos de qualidade.


Melhore o rastreamento e a “delimitação” de ativos físicos. O rastreamento permite que as empresas determinem rapidamente a localização do ativo. A delimitação permite garantir que os ativos de alto valor sejam protegidos contra roubo e remoção.


Use dispositivos vestíveis para monitorar análises de saúde humana e condições ambientais. Os dispositivos vestíveis para IoT permitem que as pessoas entendam melhor sua própria saúde e que os médicos monitorem remotamente os pacientes. Essa tecnologia também permite que as empresas acompanhem a saúde e a segurança de seus funcionários, o que é especialmente útil para funcionários que trabalham em condições perigosas.


Impulsione a eficiência e as novas possibilidades em processos já existentes. Um exemplo disso é o uso da IoT para aumentar a eficiência e a segurança no gerenciamento de frotas. As empresas podem usar o monitoramento de frota da IoT para direcionar caminhões, em tempo real, a fim de melhorar a eficiência.


Ative as mudanças de processo comercial. Um exemplo disso é o uso de dispositivos IoT para monitorar a integridade de máquinas remotas e acionar chamadas de serviço para manutenção preventiva. A capacidade de monitorar remotamente as máquinas também está possibilitando novos modelos de negócios de produto como serviço, em que os clientes não precisam mais comprar um produto, mas pagar pelo seu uso.



Qual um dos setores que mais se beneficiam com a tecnologia IoT?


As organizações mais adequadas para IoT são aquelas que se beneficiaram do uso de dispositivos sensores em seus processos comerciais.


Os aplicativos para IoT permitem que as empresas de varejo gerenciem estoques, melhorem a experiência do cliente, otimizem a cadeia de suprimentos e reduzam os custos operacionais. Por exemplo, as prateleiras inteligentes equipadas com sensores de peso podem coletar informações baseadas em RFID e enviar os dados para a plataforma IoT para monitorar automaticamente o inventário e acionar alertas se os itens estiverem acabando. Os avisos podem enviar ofertas direcionadas e promoções aos clientes para oferecer uma experiência envolvente.



Como a IoT está mudando o Mundo? Dê uma olhada nos Carros Conectados.


A IoT está reinventando o automóvel, permitindo carros conectados. Com a IoT, os proprietários de carros podem operá-los de modo remoto; por exemplo, pré-aquecendo o carro antes que o motorista entre nele ou invocando remotamente um carro por telefone. Dada a capacidade da IoT de permitir a comunicação de dispositivo para dispositivo, os carros poderão até mesmo agendar seus próprios compromissos de serviço quando necessário.


O carro conectado permite que os fabricantes de automóveis ou revendedores transformem o modelo de propriedade de carro em sua cabeça. Anteriormente, os fabricantes mantinham uma relação à distância com compradores individuais (ou nenhuma). Essencialmente, o relacionamento do fabricante com o carro terminou quando foi enviado ao revendedor. Com carros conectados, fabricantes de automóveis ou revendedores podem ter um relacionamento contínuo com seus clientes. Em vez de vender carros, eles podem cobrar taxas de uso dos motoristas, oferecendo um “transporte como serviço” que usa carros autônomos. A IoT permite que os fabricantes atualizem seus carros continuamente com novos softwares, uma diferença significativa em relação ao modelo tradicional de propriedade de carros, no qual os veículos imediatamente depreciam em desempenho e valor.


Gostou do conteúdo e quer saber mais? Então, aproveite para descobrir as 7 Vantagens da Tecnologia no Varejo.


Compartilhe!

81 visualizações

Posts recentes

Ver tudo