Métricas Essenciais Para Seu Negócio

O uso de métricas é um importante aliado nas possibilidades de crescimento e melhoria de uma empresa por permitir mensurar diferentes estratégias e resultados. Assim, ter soluções alinhadas com os melhores indicadores, proporciona impactos reais para o negócio.

Ainda que as métricas sejam essenciais em qualquer tipo de empresa, muitos gestores têm dúvidas sobre quais são as mais relevantes de serem acompanhadas e entender o que é considerado como métrica de fato. Para isso, preparamos este conteúdo para esclarecer o conceito sobre métricas de marketing, quais seus tipos e as mais importantes.



O que são métricas de marketing?


Primeiramente é necessário entender o que são métricas. Elas consistem em sistemas numéricos para quantificar comportamentos, tendências ou variações do negócio, permitindo mensurar e avaliar ações realizadas, como as de marketing.


Com o uso de ferramentas adequadas, é possível conhecer detalhadamente as ações realizadas e assim tomar decisões mais estratégicas, uma vez que se tem como base os dados que permitem uma análise mais correta. Dessa forma, torna-se viável realizar a formulação, retificação e execução mais adequadas das ações.


As métricas podem ser usadas de maneira bastante específica para mensurar algo altamente especializado ou também proporcionar visões mais gerais sobre o negócio, por exemplo. O importante é que se identifique quais métricas são mais relevantes para os objetivos estipulados.



Quais são as métricas mais importantes?


Como afirmamos, as métricas mais importantes para o seu negócio dependem muito do que se almeja. O objetivo das métricas é apontar as melhores decisões para alcançar as metas determinadas, assim, é relevante que aquelas que mais influenciam as decisões sejam identificadas e acompanhadas.


Acompanhe 8 métricas importantes, independente do segmento de atuação, e veja como cada uma delas pode beneficiar o negócio.



1. ROI

O retorno sobre investimento é uma métrica de receita que permite conhecer o lucro do negócio, portanto, está entre as mais importantes de serem acompanhadas. O cálculo se dá assim:

ROI = receita – custo do investimento/custo do investimento


Dessa forma, é possível saber com mais precisão qual tem sido o lucro com base no investimento que é realizado, o que permite adequar melhor as metas do negócio com o orçamento anual do departamento de marketing.



2. CAC

O custo de aquisição do cliente é outra métrica essencial para ser acompanhada em qualquer empresa. Se a meta é de 100 clientes novos por mês, por exemplo, a empresa pode multiplicar o CAC por cem e assim saber qual o investimento necessário para alcançar esse número.


O cálculo é realizado somando o investimento em marketing no período desejado, dividido pelo número de novos clientes conquistados nesse intervalo. Por exemplo:

R$ 10.000 de investimento em marketing/10 clientes novos em dois meses


O valor por cliente no exemplo seria de R$500 reais. A empresa pode otimizar estratégias com o objetivo de reduzir o CAC e assim conseguir mais clientes com o mesmo orçamento de marketing.



3. Ticket médio

Uma das métricas mais importantes e mais fáceis de calcular é o ticket médio. Basta dividir o valor total das vendas pelo número de vendas realizadas. O cálculo ajuda a identificar qual o valor médio gasto pelos clientes em cada compra.


A empresa que estiver insatisfeita com o ticket médio, pode adotar estratégias para aumentá-lo, como o upsell e o cross-sell.



4. Lifetime Value

O cálculo do LTV indica o quanto o cliente dará de lucro à empresa no período que manter-se comprando. Essa métrica é relevante para prever o quanto de receita vai entrar, possibilitando mais organização financeira.


O cálculo exige saber o ticket médio e a taxa de permanência do cliente, considerando o abandono. Em seguida deve-se calcular:

LTV = ticket médio x tempo de permanência


É preciso ainda considerar se a receita é recorrente ou não. No caso de vendas esporádicas, por exemplo, é necessário calcular quantas compras em média cada cliente faz no tempo de relacionamento com a empresa e calcular com base nesse valor.



5. Taxa de conversão

Essa é uma das métricas mais relevantes, pois indica o objetivo principal da estratégia de marketing: conquistar conversões. Essa métrica não precisa ser calculada e está disponível nas principais ferramentas de marketing.


Algo que pode ser analisado para proporcionar informações mais interessantes é quando ocorre a conversão, em quais páginas do site, origem do tráfego, etc.


Assim, o gestor terá condições de determinar qual o melhor cenário, possibilitando otimizar as conversões e, por consequência, melhorar os resultados do negócio.



6. Taxa de vendas

Essa métrica é interessante quando o objetivo é analisar o desempenho do time de vendas. Por exemplo, se a equipe realizou 100 atendimentos em um dia e finalizou 20 vendas, a taxa é de 20%.


Pode-se, com isso, verificar quais vendedores têm melhor desempenho e quais precisam aprimorar as técnicas. Caso toda a equipe esteja com uma produtividade reduzida, é importante avaliar quais as causas de uma baixa taxa de vendas, como por exemplo a comunicação inadequada da equipe de marketing com o comercial.



7. Tráfego no site

Essa métrica simples tem um grande potencial, pois indica quantas pessoas acessam o site diariamente, o que permite identificar o alcance da marca na internet. Aumentar o tráfego no site é o primeiro passo para melhorar as demais métricas, como conversão, vendas, ROI e outras.



8. Índice de satisfação do cliente

O índice de satisfação do cliente, que também pode ser chamado de Net promoter score, mostra as chances de o cliente indicar sua marca para outras pessoas. Dessa forma, é possível identificar o grau de satisfação e o potencial de marketing por parte dos consumidores.


Outro benefício dessa métrica é conhecer o quanto a empresa tem sido eficiente em entregar o que promete ao cliente. A melhor opção para calcular esse índice é realizar pesquisas de satisfação com o cliente após a venda, como por e-mail marketing, por exemplo.



Conclusão


As métricas da empresa são indicativos importantes da saúde do negócio em diferentes ações e permite embasar as decisões de negócio nas demandas do público e do mercado, reconhecidas por meio da mensuração.


A adoção de uma estratégia focada em métricas deve ser difundida nos diferentes departamentos para que a empresa possa reconhecer quais são as deficiências e as oportunidades de investimento. Aprender a lidar com as métricas e definir quais são as mais relevantes para o negócio é essencial para tornar a empresa mais competitiva e otimizada.


Conhecendo o que são as métricas, porquê utilizá-las e quais delas são as mais importantes, esperamos que você possa inserir essa estratégia no seu negócio e expandir a atuação com base em informações mais relevantes e realistas sobre a própria empresa.


Gostou do conteúdo e quer saber mais? Então, aproveite para descobrir o que são e como utilizar Relatórios Gerenciais.


Compartilhe!

37 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

FALE CONOSCO

SUPORTE TÉCNICO
(18) 98191-9001

(18) 3643-8626

COMERCIAL

(18) 98132-8386

whatsapp-(4).png
whatsapp-(4).png
logo-header.png

Gigatron Franchising - Matriz

Rua Liberdade, 1503 – Jardim São Cristóvão

Birigui, SP 16200-374

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

ESTÁ COM PROBLEMAS?

ouvidoria@gigatron.com.br

Copyright © 2021 Gigatron Franchising. Todos os Direitos Reservados. Nota legal - Política de Privacidade