top of page

EIRELI: o que é, vantagens e como abrir uma empresa.

Na hora de consolidar e registrar uma empresa, podemos escolher inúmeros modelos. Basicamente, as diferentes modalidades dizem respeito ao capital social, às responsabilidades dos sócios, entre muitas outras coisas. Um desses modelos é a famosa EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada).


Descubra se realmente vale a pena adotar esse tipo de modelo empresarial para começar o seu negócio.



EIRELI


A principal característica dessa categoria empresarial é a exigência de um capital social mínimo igual a 100 vezes o salário mínimo vigente no momento do registro.

Tomando como referência o valor do salário mínimo em 2020, o capital inicial necessário para abrir uma EIRELI é de R$ 104.500,00.


Esse requisito é o que diferencia esse tipo societário de outras empresas individuais como o Empresário Individual (EI) e o MEI (Microempreendedor Individual).

Além disso, a EIRELI permite separar o patrimônio empresarial do privado, protegendo a renda e bens pessoais do empreendedor.


Na prática, caso a empresa contraia dívidas, somente o patrimônio do negócio poderá ser utilizado para quitá-las, sem atingir o patrimônio pessoal do titular (a não ser que algum tipo de fraude seja identificada).



Vantagens


Além de não ter o capital pessoal comprometido com dívidas da empresa e não precisar do indesejável sócio "fictício", uma grande vantagem da EIRELI é o fato de que ela não possui limite de faturamento. Como exemplo, podemos citar o Microempreendedor Individual (MEI), que possui um teto de R$ 81.000,00 no ano.


Além disso, no campo tributário, quem opta pela EIRELI pode escolher o modelo de tributação mais adequado, inclusive o Simples Nacional, e conta, ainda, com uma série de subsídios do governo, como o incentivo à inovação tecnológica e o PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador).



Como criar uma EIRELI?


Para consolidar uma EIRELI o capital social de abertura deve ser de, no mínimo, 100 salários mínimos. Outra restrição é o fato de que o sócio não pode possuir outra EIRELI.


É preciso elaborar o "contrato social" da EIRELI, conhecido como ato constitutivo, registrá-lo na Junta Comercial e fazer a Inscrição Estadual. Com isso já terá o CNPJ em mãos. Depois, é necessário realizar a Inscrição Municipal e conseguir o alvará de localização, ambos na prefeitura.


Importante salientar que podem ser requeridos outros registros específicos, como licenças, órgãos de classes, além do certificado digital.



Compartilhe!

59 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page