5 passos para um orçamento empresarial eficaz

Gerenciar um empreendimento é uma tarefa desafiadora que exige uma série de habilidades. Nesse sentido, uma das mais importantes é a elaboração de um bom orçamento empresarial.


Essa tarefa tem o objetivo de definir metas e objetivos de uma organização por meio das estimativas de ganhos, investimentos e despesas de um período futuro. Além disso, permite mudanças na alocação de recursos e cortes estratégicos de gastos.



1. Realize um diagnóstico empresarial

Essa é a primeira etapa de todo bom orçamento empresarial, porque a única maneira de traçar o futuro é conhecer o momento atual, bem como os desafios e oportunidades que ele traz para a companhia.

Nessa fase, recomendamos que você utilize os dados dos últimos 3 anos. Para tanto, reúna a maior quantidade possível de informações relacionadas aos seguintes pontos:

  • Gastos relacionados à tributação;

  • Gastos ordinários;

  • Sazonalidades de cada produto e das vendas;

  • Médias de vendas;

  • Lucro médio atingido.


2. Estipule as metas e objetivos

Uma vez realizado o diagnóstico do seu negócio, você terá mais ferramentas em mãos para definir as suas metas para o futuro. Esse é um importante passo no orçamento empresarial, já que representa uma mudança de patamar da empresa.


Nesse momento, confira também o plano de negócios da sua organização. Essa estratégia ajudará você a estabelecer objetivos coerentes com a situação atual do empreendimento, além de decidir sobre setores que necessitam de maiores investimentos ou cortes de gastos.


Por fim, lembre-se de que, apesar de ser um passo crucial para o sucesso do negócio, a definição de objetivos e metas precisa ser coerente com os recursos e a estrutura disponíveis.



3. Tenha atenção ao que deve constar no orçamento

Quanto maior a clareza dos dados disponíveis em um orçamento empresarial, maiores são as chances da obtenção de resultados positivos. Sendo assim, é imprescindível que você trabalhe com as seguintes informações:

  • Custos de produção;

  • Despesas;

  • Empréstimos;

  • Investimentos;

  • Receitas;

  • Ativo fixo;

  • Fluxo de caixa projetado.


4. Acompanhe os resultados

Para o sucesso do seu empreendimento, apenas elaborar o orçamento empresarial não é o suficiente. Dessa forma, é importante que você acompanhe o cumprimento dessa estratégia ao longo do período por ela estipulado.


Essa tática de monitoramento permitirá a identificação de possíveis falhas, sendo uma medida preventiva para o seu negócio. Além disso, você enxergará oportunidades de maneira antecipada, o que trará agilidade e maior competitividade para a sua organização.



5. Escolha uma ferramenta adequada

Com todos os dados necessários em mãos, você precisa agora escolher a ferramenta ideal para auxiliá-lo no procedimento. Isso varia conforme a maturidade da sua empresa.


Nessa perspectiva, empresas de grande porte contam com investimentos maiores. Nesses casos, a opção por um software de gestão é uma facilitadora para a tomada de decisões e agilização das tarefas.


Cabe ressaltar a importância de um ERP (Enterprise Resource Planning) no processo. Esse planejamento de recursos da empresa nada mais é do que um sistema de gestão empresarial. Tal ferramenta permitirá a você simplificar os procedimentos operacionais, controlar estoques, prazos e custos, além de automatizar atividades e garantir a segurança das informações.


Percebe-se que um orçamento empresarial é uma prática imprescindível para o sucesso de um negócio. Essa estratégia possibilita a identificação de recursos, criação e identificação de oportunidades, antecipação e correção de falhas, além do acompanhamento e comparação de resultados.



Gostou do conteúdo e quer saber mais? Então, aproveite para descobrir sobre Gestão de Patrimônio e sua importância.


Compartilhe!

30 visualizações