Um ERP pode ajudar os líderes a tomarem decisões bem informadas com base em dados significativos.

O poder da análise permite que os funcionários reúnam uma ampla variedade de informações e as transformem em percepções acionáveis. Falamos de coisas como:

  • Redução de custos;

  • Detecção de fraudes;

  • Identificação de novas oportunidades de negócios;

  • Melhores maneiras de otimizar as operações atuais;

  • Formas de promover um melhor atendimento aos clientes.

A plataforma permite que o gestor analise praticamente qualquer processo de negócio, com acesso a relatórios assertivos, apresentados em diferentes formatos.

Redução de custos

Otimização de processos que resulta em melhoria operacional e, claro, redução de custos.


Essa é uma jornada comum no mundo dos negócios de hoje. É uma meta absoluta, inerente a quase todos os ciclos de uma empresa que busca crescer.


E é justamente nesse ponto que um ERP Financeiro pode auxiliar.


Foi algo que a Hubspot descobriu ao perguntar sobre o ROI da implementação do ERP para algumas organizações.


Para 40% delas, o principal benefício da ferramenta foi a redução de custos de TI. O segundo, para 38% dessas empresas, foi a redução dos níveis de estoque.


Além disso, 35% delas também apontaram para uma redução no tempo de ciclo (cycle time).


São três áreas essencialmente custosas e que, para boa parte dessas empresas, apresentaram uma redução significativa nos custos diretos ou indiretos.



Otimização de processos

O ERP oferece a capacidade de automatizar tarefas repetitivas de um negócio — algo que nenhum empreendedor pode fugir, mas pode contornar.


Entre elas, temos: folha de pagamento, processamento de pedidos, faturamento, relatórios e muito mais.


A automação minimiza o tempo gasto na entrada manual de dados, reduz os erros e permite que os funcionários se concentrem em tarefas com maior valor agregado.


Além disso, o ERP Financeiro também disponibiliza todos os dados inseridos para os usuários de toda a organização (levando em conta seus níveis de acesso).


Portanto, por exemplo, o módulo de Controle de Estoque pode acionar automaticamente uma remessa e uma fatura quando uma unidade fica disponível.


São pequenas tarefas que, no final das contas, se traduzem em mais receita e uma melhor experiência do cliente.



Controle de prazos

O que mais identifica um setor financeiro se não a sua obrigação em cumprir prazos?


Afinal, é aquilo que todos dizem: tempo é dinheiro.


Com um ERP Financeiro, a equipe do setor pode realizar um controle assíduo dos prazos, garantindo que as contas a pagar sejam efetuadas e que os recebimentos de fato entrem em caixa de acordo com seu vencimento.


É uma funcionalidade que potencializa a saúde financeira da empresa, permitindo que opere no azul e que possa contar com uma assertiva previsibilidade de caixa.



Mais organização

O ERP permite que as empresas rastreiem, identifiquem e entendam as métricas de negócios — um recurso poderoso.


A ferramenta facilita o acesso de toda a empresa a dados quase em tempo real, evitando a formação de silos de informações e oferecendo relatórios e análises para todos os aspectos das operações de negócios.


A centralização dos dados potencializa esses processos, fortalecendo o compliance dos setores e fomentando a organização das informações.



E aí, gostou do conteúdo? Compartilhe!

14 visualizações