5 melhores práticas para gerar negócios via WhatsApp

O aplicativo WhatsApp surgiu há pouco tempo, mas já revolucionou a forma como as empresas se relacionam com os clientes. É possível gerar negócios e até fidelizar a clientela por meio do uso do app.


Para iniciar uma estratégia de vendas pelo WhatsApp, o primeiro passo é avisar aos frequentadores da sua loja sobre a existência dessa modalidade de atendimento.


É importante saber que as pessoas usam o app para diversas tarefas diárias, inclusive para checar o horário de funcionamento, a existência de uma promoção ou mesmo se um determinado produto está disponível em estoque. Nem toda interação será focada em venda efetiva.


Contudo, aproveite esse contato inicial para suprir e superar as expectativas do consumidor e terá grandes chances de fidelização do cliente a partir do WhatsApp.


Se você pretende implementar ou melhorar o retorno com essa estratégia, acompanhe e implemente as dicas que explicarei abaixo.



Estimule a participação dos clientes


Uma das melhores práticas para gerar mais negócios via WhatsApp é respeitar o desejo do cliente. Por isso, apresente a ele as vantagens de ter um cadastro ativo com a sua loja.


Não faça cadastro sem permissão, informe a ele sobre o motivo do cadastro e siga as diretrizes da LGPD. Tenha essa preocupação e construa um relacionamento com o cliente baseado em ética e respeito.


Explore o uso de cartazes e reforce durante o atendimento as vantagens que você pretende apresentar aos clientes que usam o WhatsApp.


Destaque sempre as vantagens e dê um brinde ao cliente, para que ele experimente este tipo de atendimento.



Organize seus clientes


Muitas empresas usam sistemas robustos de CRM para armazenar os dados pessoais dos seus clientes e histórico de consumo. Porém, este tipo de serviço pode ser caro para um pequeno varejista que tem um pequeno negócio.


Uma forma de tornar esse processo mais barato é catalogar os cadastros e classificá-los de acordo com grupos de interesse.


Por exemplo, anote e separe os clientes que são donos de pets, os pais de crianças pequenas, os amantes de jogos, os vegetarianos, as mulheres, os homens, os fãs de churrasco e outros segmentos possíveis dentro do seu tipo de negócio.


Um mesmo cliente pode fazer parte de mais de uma classificação e isso é extremamente normal.


Você vai usar estas classificações para divulgação de ofertas exclusivas e outras vantagens, de acordo com a sua estratégia, mas tome cuidado para não fazer spam e incomodar o cliente com informações desnecessárias.



Use listas de transmissão


Os grupos do WhatsApp são difíceis de administrar em um negócio e podem surgir diversos debates entre os consumidores, gerando pequenas crises. Por causa destas situações, a melhor forma de gerar novos negócios no app é usar as listas de transmissão.


Elas vão fazer com que a mensagem seja enviada diretamente ao cliente e, caso ele tenha alguma dúvida, entrará em contato diretamente com o seu time de atendimento.


Ao usar as listas de transmissão segmentadas por interesse, você pode fazer diversas promoções e testar a recepção em seus diversos públicos.


Jamais use uma lista em massa (com todos os contatos) para divulgar uma promoção. Use essa solução apenas para informar alterações no horário de atendimento ou algum benefício que seja útil para todos os clientes.



Seja ativo em grupos do app e do Facebook


Dependendo do seu segmento de atuação, pode ser necessário atuar em grupos do WhatsApp em sua região ou mesmo em similares no Facebook para informar aos consumidores sobre a sua existência e sobre a disponibilidade do atendimento pelo aplicativo.


Mostre as vantagens dessa solução, que podem ser desde um pedido delivery, uma reserva antecipada, um desconto ou até mesmo algo exclusivo.


Sempre solicite aos interessados que salvem o seu número de telefone na lista de contatos, para que assim os comunicados sejam recebidos corretamente.



Explore os gatilhos mentais


Você pode não ter familiaridade com esse termo, mas trata-se de chamadas estratégicas que servem para impulsionar as vendas.


Os gatilhos mentais podem indicar escassez, autoridade, urgência, prova social, novidade ou mesmo uma relação de dor e prazer.


São muitos que existem e podem ser usados diversas vezes para ativar os diversos públicos que você classificou na dica de organização dos seus clientes.


Os gatilhos servem para ativar o inconsciente do seu cliente e levá-lo a decidir sobre uma promoção que você está fazendo. Sem eles, os consumidores podem não entender o real valor da oferta e adiar a compra.


Alguns exemplos desse uso são quando você diz que existem apenas 10 unidades, que a promoção é válida até sexta-feira, que é o item mais vendido do verão ou ainda usa depoimentos positivos de outros consumidores.


Se possível, faça uma pesquisa de satisfação após cada novo pedido para ajustar os seus processos internos e alavancar os resultados deste canal de vendas.



Quer conhecer os gatilhos mentais que mais vendem?



Gostou do artigo? Quer saber mais? Então, aproveite para descobrir 7 tipos de gatilhos de vendas para disparar aquele “sim!” em seu cliente!


Compartilhe!

26 visualizações